Morre P.A., baterista do RPM

Morre P.A., baterista do RPM

Morre P.A., baterista do RPM

Músico tinha 61 anos e a causa oficial de sua morte não foi divulgada

Por Luiz Athayde

Morreu há poucas horas Paulo Antônio Pagni, mais conhecido como “P.A.”, baterista do grupo RPM. A banda soltou um comunicado lamentando a perda do baterista, mas sem informar sua causa.


“Infelizmente temos a tristeza de anunciar o falecimento do nosso querido e eterno baterista, Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A. Nosso irmão partiu poucos momentos atrás, mas seu legado será eternamente lembrado.

“Pedimos a compreensão de todos nesse momento de dor e boas vibrações para que sua passagem seja em paz e com muita luz.

Logo mais daremos maiores informações. 

Luiz, Nando e Dioy”

O ex-vocalista do RPM Paulo Ricardo havia revelado em um post o motivo da internação de P.A, dizendo que o baterista sofria de Fibrose Pulmonar, apagando o mesmo logo após a divulgação da morte.

P.A foi o último membro a integrar o RPM, fazendo parte de uma era de um dos grandes fenômenos musicais brasileiros da década de 80, graças especialmente ao seu segundo disco, o Radio Pirata ao Vivo, lançado em 1986, contando com mais de 3 milhões de cópias vendidas.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário