Rhys Fulber (Front Line Assembly) anuncia novo álbum

“Ostalgia” sai em setembro pelo carimbo Sonic Groove, ouça também a faixa ‘Misery Whip’

Por Luiz Athayde

O músico e produtor canadense Rhys Fulber anunciou um novo trabalho solo. Em sua nova empreitada, a outra peça chave do Front Line Assembly teve como inspiração a vida comunista na Alemanha Oriental para compor Ostalgia, sucessor de seu álbum de estreia Your Dystopia, My Utopia, de 2018.

Rhys Fulber, que tem descendência alemã, criou um álbum a fim de fazer imaginar o efeito imediato no pensamento das pessoas após a queda do Muro de Berlim.

“Esse projeto reflete não apenas a nostalgia e o conforto que uma cultura estritamente estruturada pode trazer”, disse Fulber em comunicado.“Mas o imenso caos e a incerteza que vem da erupção de tal cultura”.

Antecipando uma palinha, o músico e produtor liberou a faixa “Misery Whip”.

Ouça:

Seu vôo solo é algo recente, mas suas produções, projetos e colaborações datam dos anos 1980. É detentor e “sócio” de inúmeras e variadas falanges sônicas como Noise Unit, Conjure One, Delerium e Synaesthesia, mas é no Front Line Assembly que seu nome se estacou; cortesia da sólida parceria com o ex-Skinny Puppy Bill Leeb. Como produtor, suas credenciais incluem discos do Fear Factory e uma boa parte da discografia do Paradise Lost, além do próprio Front Line.

Das conexões brasileiras, uma ‘ponta’ tocando teclado no lendário show do Nailbomb – projeto paralelo de Max Cavalera (ex-Sepultura, atual Soulfly/Cavalera Conspiracy) – no extinto festival Dynamo Open Air na Holanda em 1995; que inclusive originando o álbum ao vivo Proud to Commit Commercial Suicide no mesmo ano.

Com o Front Line Assembly, Fulber lançou em fevereiro Wake Up Coma, contando com Nick Holmes (Paradise Lost) cantando na faixa título. Leia a resenha neste link.

Deixe um comentário