Nots – 3

Varsóvia (Warsaw) é logo ali, mas Belgrado parece estar mais perto

Por Luiz Athayde

Finalmente depois de três anos desde Cosmetic as garotas do Nots retornam com “3”. Formado em Memphis, Tennessee em algum momento de 2011, Natalie Hoffmann (vocais/guitarras), Meredith Lones (baixo) e Charlotte Watson (bateria) resolveram em seu mais novo álbum, abordar uma sonoridade ainda mais pós-punk. Em alguns momentos parece que o Warsaw (pré-Joy Division) entrou na garagem errada e deu de cara com o Belgrado; não que seja uma máxima, mas certamente a pegada anda mais raivosa.

Nots

Faixas como “Low”, “Woman Alone” e “In Glass” não te deixam respirar, enquanto “Floating Hand” cai como uma luva em qualquer pista de dança dark. “Persona” faz um link subliminar com Siouxsie & The Banshees dos seus primeiros dias, já “Half-Painted House” é a faixa “vento frio” do disco com os sintetizadores dando o ar da graça.

Em suma, é um disco que não decepciona quem procura algo incisivo, sem frescuras e, ainda assim, com clima. E o mais interessante é que o visual aqui pouco importa; afinal, elas não precisam vestir preto quando vão para o lado negro da (falta) de força – angústia.

Deixe um comentário