Joy Division: Stephen Morris lança sua autobiografia

“Record Play Pause: Confessions of a Post-Punk Percussionist: Volume1” traz memórias e recortes do icônico baterista do Joy Division e New Order

Por Luiz Athayde

Hoje Stephen Morris lança sua autobiografia “Record Play Pause: Confessions of a Post-Punk Percussionist: Volume 1” (Record Play Pause: Confissões de um Percussionista Pós-Punk: Volume 1) pela editora Constable.

Conhecido por comandar as baquetas nas bandas Joy Division e New Order, o lendário baterista faz um apanhado peculiar entre memórias e recortes – incluindo um cartão postal enviado à Gillian Gilbert (tecladista do New Order e atual esposa) quando Joy Division estava tocando na Holanda em janeiro de 1980 – de sua vida pessoal e carreira musical, que vão desde sua vida na pequena cidade industrial de Macclesfield aos dias integrando o New Order.

Cartão Postal de Stephen Morris para Gillian Gilbert, então namorados

Em recente entrevista ao NME Morris falou um pouco sobre saúde mental, relacionando ao vocalista Ian Curtis, que cometeu suicídio em 1980:

As atitudes em relação à saúde mental definitivamente melhoraram com o tempo, no sentido de que é algo que agora você pode falar e as pessoas entendem.”, diz. “Mas naquela época as pessoas não entendiam a epilepsia, achavam que era algo que você podia resolver sozinho e havia um pouco de tabu sobre isso, então você não sabia o que fazer. Ian ficava deprimido e você falava como ‘levanta, vai ficar tudo bem’. Era difícil admitir que havia algo de errado”, confessa.

Agora as coisas mudaram, apesar dos jovens estarem sob muito mais pressão do que nós e ter muito mais coisas acontecendo que podem empurrá-los para o fundo do poço”, e acrescenta: “Ainda assim, admitir para si mesmo que algo está errado é difícil porque você não quer acreditar nisso. Mas pedir ajuda não vai te matar. O tratamento é muito mais amigável agora. Os medicamentos que Ian teve que tomar eram dolorosos. Às vezes, eles eram piores do que os próprios sintomas porque tinham um efeito real sobre ele”.

O livro já se encontra disponível na Amazon. Por enquanto não há data prevista para lançamento no Brasil.

Deixe um comentário