You are currently viewing Entrevista Terra Convexa: “A gente toca um som que não se encaixa em nenhum nicho”
Imagem: Youtube/Class Of Sounds

Entrevista Terra Convexa: “A gente toca um som que não se encaixa em nenhum nicho”

Assista exclusiva na íntegra abaixo

Por Luiz Athayde

Em 9 de Julho de 2022, a Casa Caos, localizada no Centro de Vitória/ES, recebeu o músico alternativo/pós-punk paulistano Felipe Nizuma (Urutu, ex-Blasthrash). O evento também contou com as bandas Volapuque, Noite Aperto e Terra Convexa.

O Class Of Sounds esteve lá, e o resultado pode ser conferido uma série de entrevistas. Desta vez é com a formação jazz/prog de Vila Velha, composta pelos músicos Felipe Bragio (guitarra), Raphael Grigorio (baixo), Tiago Fabri (bateria) e Júlio Caldeira (percussão). Entre os tópicos, eles revelam como é fazer música sem se encaixar em um estilo e, principalmente, nicho de mercado.

Confira a seguir:

Este post tem um comentário

  1. Julio Caldeira

    A class of Sounds é necessária para a humanidade

Deixe um comentário