You are currently viewing 45 Grave relança demos em vinil vermelho sangue

45 Grave relança demos em vinil vermelho sangue

Reedição inclui uma nova capa em vinil vermelho transparente via carimbo Cleopatra Records

Por Luiz Athayde

Os relançamentos de em vinil nunca estiveram tão em alta, inclusive na esfera gótica e no eletrônico de orientação dark. Reedições recentes de bandas como The Mission, Joy Division, Cabaret Voltaire e Sex Gang Children, mostra que o mercado continua bem aquecido para colecionadores de edições luxuosas ou mais simples, mas com enfoque na beleza.

A lendária banda de Deathrock 45 Grave não ficou de fora. A Devil’s Possessions – Demos & Live 1980-1983 ganhou uma nova edição pelo tradicional carimbo Cleopatra Records com capa vermelha e vinil vermelho transparente limitada em 300 cópias. O lançamento de 2008 contava com uma capa branca.

Foto: Cleo Recs

Formada no ano de 1979 em meio a caótica cena punk de Los Angeles, o 45 Grave é um dos pilares do que outrora foi chamado de Ghoul Rock, e posteriormente Deathrock, variante podre (no melhor dos sentidos) do Gothic Rock. Entre términos e voltas, o grupo liderado pelo guitarrista Paul Cutler e tendo como figura a vocalista Dinah Cancer conta com apenas 3 álbuns – Sleep In Safety (1983), Only The Good Die Young (1989) e Pick Your Poison (2012) – e um punhado de EPs e compilações que causaram um belo estrago na cena dark, rendendo até assinatura na trilha do filme O Retorno dos Mortos Vivos (1985) com a música “Party Time”, e uma ponta dos integrantes nos extras do filme Blade Runner, do diretor Ridley Scott.

Entre as várias encarnações que a banda teve, alguns nomes como Pat Smear (Germs, Nirvana, Foo Fighters), Rick Agnew (Christian Death, The Adolescents) e Frank Agnew (T.S.O.L. e Social Distortion) marcaram presença. Da formação original o 45 Grave conta somente com Dinah Cancer, que reativou o grupo em 2005.

A Devil’s Possessions – Demos & Live 1980-1983 se encontra disponível neste link.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário