You are currently viewing Void Mutant: artista gótico estreia com single inspirado na ‘última bruxa de Boston’
Foto: Reprodução/Instagram

Void Mutant: artista gótico estreia com single inspirado na ‘última bruxa de Boston’

Assista ao videoclipe de “Killing Potion”

Por Luiz Athayde

Em 16 de novembro de 1688, Ann Glover, uma irlandesa escravizada, era acusada e, posteriormente, executada por acusação de bruxaria em Massachusetts, nos Estados Unidos. Ela foi enforcada como “a última bruxa de Boston”.

Seu “crime” ante a Inquisição Protestante era ser pobre, católica e possuir uma coleção de estátuas parecidas similares a bonecos – que na verdade se tratavam de um representação rudimentar dos santos que ela acreditava.

Entre o que foi documentado e o que há de lendas e mistério, surge Void Mutant para explorar este tema, ao menos em seu single de estreia, “Killing Potion”.

Suas influências giram em torno dos principais nomes da esfera gótica, como Bauhaus, Fields Of The Nephilim, The Sisters Of Mercy, Siouxsie and the Banshees, Christian Death… e não somente isso.

“Eu também me baseei na mitologia irlandesa ao escrever isso, pois foi alegado que Goody rezou para uma série de espíritos em uma missa da meia-noite que teria sido um panteão derivado da Irlanda”, comenta.

Void Mutant é o pseudônimo usado pelo instrumentista de New Hampshire, Steven Gray, que promete lançar seu álbum Idle Reactions em janeiro de 2023. A faixa foi gravada em Boston, e tem a assinatura de Hadden Stemp na engenharia de áudio. O videoclipe, no melhor estilo “faça você mesmo”, é de autoria de Gray.

Assista abaixo:

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário