You are currently viewing Skeletal Family anuncia nova formação, novo álbum e retorno aos palcos em 2020

Skeletal Family anuncia nova formação, novo álbum e retorno aos palcos em 2020

Os integrantes originais Roger Trotwood e Stan Greenwood recrutaram Hannah Small para os microfones

Por Luiz Athayde

Entre hiatos e dissoluções, o lendário grupo gótico inglês Skeletal Family anunciou seu retorno aos palcos em 2020 com uma nova formação.

Levantando a bandeira do rock gótico desde 1982, o guitarrista Stan Greenwood e o baixista Roger “Trotwood” Nowell passaram por inúmeras tempestades e diversas trocas de integrantes, incluindo a saída, a volta e depois saída novamente da vocalista original Anne Marie-Hurst, hoje a frente do Killing Eve e de sua própria versão do Skeletal (como noticiado aqui), mas sem grandes novidades desde então.

Agora contando com Hannah Small nos vocais, mais Adrian “Ozzy” Osadzenko (bateria) e Karl Heinz (teclados, saxofone), o grupo se prepara para um pequeno giro pelo Reino Unido em a fim de aquecer o novo line-up.

“Planejamos cerca de cinco shows, talvez seis. Queremos adicionar um show escocês e um show em Londres”, disse Trotwood com exclusividade para o Class of Sounds.

Olhando para frente, a banda promete rechear o setlist das futuras apresentações com pelo menos cinco novas composições, inclusive com intenção de lançamento para o próximo ano, mas sem muita correria; e também respeitando sua própria história, como revela o baixista e fundador do Skeletal Family:

“Todas as 5 novas músicas são novas. Planejamos lançar um punhado assim que estivermos felizes com elas. Sem pressa na verdade, elas precisam ser boas. O set ao vivo tem apenas 5 músicas que Anne Marie cantou. Ela realmente não escreveu [para a banda]. O resto do set são músicas dos períodos Katrina e Claire”.

Ciente de que toda mudança gera expectativa – e ressentimentos à parte –, Trotwood demonstra apenas seu interesse em manter o nome do Skeletal Family tão forte quanto foi na era de ouro do positive punk.

“Sabemos que Hannah será julgada contra [a substituição de] Anne Marie. Não há como negar que Anne Marie teve um grande papel na história do Skeletal Family, mas infelizmente, como nos anos 80, ela procurou a grama mais verde.

Embora desta vez com o Killing Eve eu não ache que esteja dando certo. Sempre quisemos seguir em frente e escrever novas músicas. Sentimos que temos muito a oferecer.”

Até o presente momento, os shows confirmados são no dia 3 de janeiro no Night Moves, em Manchester, 4 no The Tomas House, em Dublin, Irlanda, e no dia 1º de fevereiro no Carpe Noctum, em Leeds, juntamente com o Lesbian Bed Death.

Abaixo, uma prévia do que vem por aí.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário