Shining abraça o pop moderno em poderoso novo single “Slaughter”

Shining abraça o pop moderno em poderoso novo single “Slaughter”

Jørgen Munkeby e Ole Vistnes se encontram nos preparativos de um novo EP

Por Luiz Athayde

A banda norueguesa Shining  continua provando ser uma das maiores caixas de surpresa do cenário alternativo. Depois que soltar ao mundo o plástico e pegajoso single “IDGAF”, o vocalista e multi-instrumentista Jørgen Munkeby (também integrante do Emperor) e o baixista Ole Vistnes (Tristania) chegam mais uma vez com tudo em “Slaughter”.

O novo som apresenta um envolvente pop moderno com boas doses de distorção; uma espécie de extensão distante, mas natural de trabalhos prévios, como o aclamado álbum Animal, de 2018, e o single “Wolves”, lançada em 2019.

Em função desses pequenos lançamentos esporádicos desde o último disco cheio, sondamos o mentor Munkeby para saber se a faixa configura algum trabalho maior.

“[Essa música] não é parte de um álbum, mas de um EP que eu acho que vai ser chamar IDGAF (I Don’t Give A Fuck), e essa é a segunda música [que nos compusemos], e haverão mais algumas”, contou. “Não tem nada realmente definido […], então nós faremos outro EP e eles provavelmente serão combinados com um álbum ano que vem.”

Para uma formação que já soltou discos de jazz, progressivo, metal industrial e synthpop, tudo pode acontecer. Por ora, confira a inédita abaixo.


Leia mais sobre Shining na entrevista exclusiva feita para o Class Of Sounds:

Deixe um comentário