You are currently viewing Sexteto jazz/punk Thanks! corre da mesmice em seu disco de estreia “You’re Welcome”

Sexteto jazz/punk Thanks! corre da mesmice em seu disco de estreia “You’re Welcome”

Mistura singular do grupo nova-iorquino vem ganhando boa repercussão no circuito

Por Luiz Athayde

Das sugestões de pauta que recebo, não são poucas as bandas que me chamam atenção de início, mas o Thanks!, a começar pelo nome, foi em questão de segundos.

A faixa recebida foi a ótima “Bi-Polar Express”, que foi quando entendi o “punk” do qual descrevem; mais que a música, é a atitude. E nas 14 faixas do álbum de estreia You’re Welcome, sobra.

Thanks! (Foto: Divulgação)

O núcleo criativo é formado pelo batera Ben Martin, o baixista Andrew DeWolf e o pianista Andrew Grella em Saratoga Springs, Nova York, mas logo se tornou um sexteto, que há um tempo vem tomando de assalto o circuito norte-americano com uma salada jazzística, mas que não sabe, no melhor dos sentidos, o que é dogma.

Aqui você até encontra jazz no real sentido da palavra, como em “Wayside”, mas há tantos elementos – rock, alternativo, blues e uma certa dose de bom humor – que o que menos importa é identificar o que estão tocando. Embora “I Choose You” se mostre um cruzamento inconsciente e nada intencional de Meat Puppets e Kollaa Kestää; cortesia de sua vibe para cima e do saxofone, fazendo toda a diferença. Aliás, esta é a predileta da casa.

Se você que está lendo esta resenha ainda precisa de mais referências, nomes como Cherry Poppin’ Daddies e Tom Waits não estão muito longe, mas, ainda assim, a coisa aqui foge de qualquer rótulo ou etiqueta, já que traz canções, momentos intricados, atmosfera de “bar para fechar” e outras nuances.

O jazz é apenas um detalhe, enquanto o céu é o limite para esse time de músicos de aura despretensiosa, mas que merece todos os holofotes possíveis, inclusive fora dos Estados Unidos.

Ouça You’re Welcome na íntegra abaixo:

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário