You are currently viewing Recreio lança seu álbum de estreia, “Tiranos Melancólicos”

Recreio lança seu álbum de estreia, “Tiranos Melancólicos”

Formação gaúcha buscou inspiração em um pássaro para falar sobre as mazelas da globalização ‘sem filtro’

Por Luiz Athayde

Rio Grande do Sul e Rock and Roll na mesma frase é praticamente um pleonasmo. Embora longe das ditas “capitais”, a força criativa emanada por aqueles lados não cabe no gibi. Nada diferente disso, está a jovem banda Recreio e seu ainda mais novo lançamento, o álbum Tiranos Melancólicos.

O grupo é composto por Ricardo De Carli, Gabriel Burin, Bernard Simon, André Garbini e Arthur Valandro; este último responsável por todo um processo que vai desde a adolescência, quando residia no sul do Alasca, até a dissolução, ou melhor, transformação da banda Soundlights no que são agora.

“Em Maio de 2021, passamos um mês juntos numa casa, no litoral catarinense. Levamos os instrumentos, arredamos os móveis e a sala virou nosso estúdio. Apostamos nessas dinâmicas com o intuito de otimizar nosso tempo, relacionamento e criação. Conviver por tanto tempo, dormindo e acordando, dia após dia, nos colocou em um estado de panela de pressão que nem sempre foi fácil, mas, também, houve momentos quase sublimes de conexão e composição que não teriam acontecido de outra forma”, recordam os músicos, que também registraram o disco no estúdio Frisbe, em Porto Alegre, e no homestudio de Simon.

Ricardo e Bernard assinam a produção do álbum, que teve mixagem e masterização por Martín Scian, responsável pelo disco LECH, da Ana Frango Elétrico. A engenharia de áudio ficou a cargo de Felipe Apolonio (Fapo). Já a belíssima capa traz assinatura de Gustavo Poester, ela casa de forma magistral com os temas abordados ao longo do play: frutos da globalização “sem filtro”, ou seja, seus impactos culturais e ambientais, bem como a tirania do ser humano ante a negação de tais consequências.

E não tem nada de devaneios, mas pesquisa. Tyrannus melancholicus é o nome científico do pássaro suiriri, que inicia seu processo migratório alçando voo no Rio Grande Valley of Texas, nos EUA, e percorre o céus das Américas até os campos do Rio Grande do Sul. No âmbito folclórico, sua chegada representa o fim de um ciclo de vida.

É sabido que 11 entre 10 bandas do sul bebem nas fontes atendidas por Beatles e Rolling Stones, e o Recreio traz tudo isso em seu DNA, bem como a esfera indie que assolou a superfície nos anos 2000, como Melody’s Echo Chamber,  MGMT  e, de maneira inconsciente, Ride e o britpop dos anos 90.

Nesta, digamos, fotografia de hoje do grupo, “Empatia” se mostra tranquilamente como um dos destaques. Não por acaso, foi escolhida como o cartão de visitas do álbum. A mesma ganhou videoclipe dirigido por Ricardo De Carli.


Tiranos Melancólicos se encontra disponível em todas as plataformas digitais e em breve, ao vivo e a cores: no próximo dia 8 de setembro (quinta), a banda pisa no palco da casa Agulha em Porto Alegre e ainda irá contar com a presença do trio instrumental Cardamomo. Ingressos neste link.

Ouça o álbum na íntegra abaixo:

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário