My Bloody Valentine: neste dia em 1988 “You Made Me Realise” era lançado

My Bloody Valentine: neste dia em 1988 “You Made Me Realise” era lançado

O shoegaze já estava por aí, mas foram os irlandeses de Dublin que ajudaram a fomentar o estilo

Por Luiz Athayde

Hoje mais um importante lançamento discográfico faz aniversário. Neste dia lá em 1988, os irlandeses do My Bloody Valentine ajudavam a fomentar o que seria chamado de shoegaze com o EP You Made Me Realise. De certa forma o subgênero já se encontrava por aí através de nomes como The Jesus & Mary Chain, Cocteau Twins e outros mais à sombra, mas o que temos aqui é uma guinada na própria carreira do grupo liderado pelo guitarrista e vocalista Kevin Shields.

Produzido pela banda, o EP foi o primeiro registro saído pelo carimbo Creation Records, e tem sua história montada um ano antes com a entrada da guitarrista/vocalista Bilinda Butcher no lugar de David Conway, fator determinante para o aumento da consistência na sonoridade antes mais orientada para o pós-punk. Antes de se tornar um extended play, You Made Me Realise saiu como single – limitadíssimo em 1000 cópias –, tendo a faixa “Slow” com lado b.

Kevin Shields, Colm Ó Cíosóig, Bilinda Butcher (à frente) e Debbie Googe: My Bloody Valentine clássico em 1988

Em novembro daquele mesmo ano a Mercury soltou seu relançamento com a lista de músicas trocadas e seis faixas ao invés de cinco, algumas tiradas do sucessor Feed Me with Your Kiss, também um EP.

Notadamente uma grande influência para bandas que se formaram no fim dos anos 1980 e começo dos 90, no documentário shoegazer Beautiful Noise, de 2014, o líder do Smashing Pumpkins Billy Corgan comentou sua reação ao vê-los pela primeira vez:

“Era uma daquelas coisas onde o volume estava no máximo e depois de três minutos foi como: ‘oh, ok, isso é legal’. Daí você: “Isso já deu. Eles deviam parar com essa porra”. E então lá pelos 7 minutos se tornou engraçado. E aos 10 minutos você começa a entrar na onda”


Já o baterista Colm Ó Cíosóig fez sua própria interpretação do público perante a banda: “Nós odiamos vocês. Mas a gente vai continuar assistindo. Porque nós não acreditamos no que vocês tão fazendo, que estão trazendo essa tortura pra gente!”

Nas paradas independentes britânicas, sem conversa: segundo lugar no ano de lançamento. Nos anos 2000, 35º posição nos “100 Grandes Faixas de Guitarra” da Q Magazine em 2005, e 50º lugar nos “50 Grandes Hinos Indie de Todos os Tempos” pela tradicional NME em 2007.

Apesar do sucesso, não houve relançamento; só é possível encontrar You Made Me Realise a preços nada doces (entre R$ 240,00 e R$ 380,00) no mercado de colecionadores.

Deixe um comentário