You are currently viewing Morre Steve Bronski, tecladista e co-fundador do Bronski Beat, aos 61 anos
Foto: Mike Prior/Getty Images

Morre Steve Bronski, tecladista e co-fundador do Bronski Beat, aos 61 anos

Notícia veio através do ex-vocalista do grupo, Jimmy Somerville

Por Luiz Athayde

O tecladista inglês Steve Bronski, também co-fundador  do grupo synthpop Bronski Beat, morreu aos 61 anos. A notícia surgiu por meio de postagens nas redes sociais do vocalista e ex-companheiro de banda, Jimmy Somerville. A causa da morte não foi divulgada.

“Triste por saber que Steve morreu. Ele era um homem talentoso e muito melódico”, disse. “Trabalhar  músicas com e ele e na música que mudou nossas vidas e tocou tantas outras, foi um momento divertido e emocionante.”


Com mais esta baixa, a formação original do grupo se dissipa, ficando somente Somerville. Em 2017, Larry Steinbachek perdeu a batalha contra o câncer, aos 56 anos.

A gênese do trio se deu em 1983 quando Bronski (nascido Steve Forrest) e Steinbachek conheceram Somerville através do documentário Framed Youth – Revenge of the Teenage Perverts, dirigido pelo cantor, para o LGBTQ Arts Festival.

O Bronski Beat foi uma das grandes frentes sônicas do movimento gay, ao trazer composições que enfatizavam o respeito e a conscientização, como os hits “Why?”, a versão para “I Feel Love”, de Donna Summer e um dos clássicos absolutos do synthpop:  “Smalltown Boy”.

O single, que inclusive marcou a estreia dos ingleses, alcanço a 3ª posição nas paradas, e teve grande repercussão também graças ao videoclipe, que mostrava a história de um jovem gay, interpretado por Somerville, deixando sua cidade natal pela suposta liberdade em uma cidade grande, mas acontece o pior; ele é perseguido e espancado por uma gangue homofóbica, levado para casa pela polícia e expulso por seus pais. Por fim, ele entra em um trem para começar uma nova vida com seus companheiros de banda.

Em entrevista ao The Guardian em 2018, Bronski comentou: “Na época, éramos apenas três gays que começaram uma banda – a gente não se sentia parte de nenhum movimento em particular. Claro, muitos anos depois iria transparecer que havia mais gays artistas do que o público foi levado a acreditar.”

A faixa constava no álbum de estreia lançado em 1984, Age of Consent. O título se refere à diferença nas idades legais para sexo gay e hétero. Inclusive, no encarte do disco apresenta uma enorme  lista etária de acordo com vários países do continente europeu.

Em 1987 o vocalista sai e forma o The Commundards, do qual lança dois álbuns. Em contrapartida, Steve e Larry seguem com outro vocalista por uns anos até a marca entrar em um longo hiato, que só terminaria em 2017, com o disco cheio The Age of Reason, tendo somente Bronski como integrante original.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário