Inês é Morta: grupo pós-punk apresenta novo single “Sozinha”

Novo trabalho da banda paulista sucede o EP ‘Menir’, lançado em 2020

Por Luiz Athayde

Mais lançamentos vão se alastrando pelo segundo ano de uma pandemia que parece longe de cessar. O novo single a estampar as prateleiras virtuais é “Sozinha”, da banda pós-punk paulista Inês é Morta.

Composto por Camila Kohn, Daniel Lima, Lucas Krokodil e Danilo Grilo, sua formação discográfica é bem recente, e inclui os EPs: autointitulado, de 2018, Abismo (2019), e Menir, de duas faixas, editado por carimbo próprio (independente) em maio de 2020.

A música nova abre 2021 com a mesma atmosfera de uma São Paulo em suas noites mais frias; abordagem usual do grupo que passeia por nomes clássicos do gênero, como The Sound, Siouxsie and The Banshees e The Danse Society (e outros) e também o vigente cenário, endossado por um lirismo que incita a reflexão.

Não à toa, a banda faz conexão com o sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman (19/11/1925 – 09/01/2017) em nota, antes do ouvinte apertar o play:

“Tempos líquidos desintegram as relações humanas.
A evolução e as consequências da sociedade apática é similar a uma guerra onde os fracos descapitalizados não tem vez.
A solidão é o presságio da morte ou um mero sadismo da esperança na ilusão de que a dor um dia acabe?”

Ouça “Sozinha” no Bandcamp ou abaixo, via Youtube:

Mais Inês é Morta pode ser conferido nos respectivos links:

Facebook
Instagram
Bandcamp
Spotify

Deixe um comentário