You are currently viewing Gótica antivacinas se recusa a ouvir The Cure

Gótica antivacinas se recusa a ouvir The Cure

Mãe de uma filha pequena, Cassandra Becker acredita que a música da banda pode causar autismo

Por Luiz Athayde

Certas peculiaridades envolvendo fãs de música gótica nunca foi lá uma novidade, como a aparição de um candidato a corrida presidencial norte-americana Andrew Yang, que pretende ser o primeiro presidente “ex-gótico” do planeta.

Dessa vez as coisas foram um pouco além. Segundo matéria da Riventing News, a mãe de uma filha pequena e “entusiasta por cultura gótica” Cassandra Becker se tornou uma antivacinas após a mesma ser vinculada, por outros ativistas, a causa do autismo, e pior; ela não pretende mais ouvir The Cure por causa disso.

“Como antivacinas, eu não posso deixar filha ouvir The Cure! Ouvi dizer que ouvir The Cure pode causar autismo e eu não aceito isso!”, disse. Becker ainda foi além da música para justificar sua atitude: “Somos veganos nesta casa; sei que eles colocam vacinas em animais. O que significa que a carne na loja de produtos é estragada e pode causar câncer e autismo. Então, isso é impossível. Comemos apenas frutas e vegetais”.

Culpados ou não, o fato é que a banda liderada por Robert Smith causa alegria excessiva durante suas apresentações de 3 horas, independente do teor das músicas – felizes como “The Lovecats” ou tristes como “A Thousand Hours”.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário