Fear Factory: vocalista Burton C. Bell anuncia saída da banda

Músico alega problemas legais e foco em seu projeto Ascension of The Watchers, leia nota

Por Luiz Athayde

Um dos maiores expoentes do metal industrial acabou de sofrer uma grande baixa. O vocalista Burton C. Bell  anunciou sua saída do Fear Factory após 30 anos na linha de frente.

Em tom de frustração, o músico emitiu uma longa nota em seu site oficial, onde alega problemas legais com os outros integrantes, bem como o foco nas atividades no Ascension of The Watchers; projeto do qual mantém ativo desde 2008, juntamente com membros e ex-membros de bandas, como Prong, Killing Joke, Murder Inc., Protafied e Losing Sun.

Fear Factory (Divulgação)

Leia comunicado completo abaixo:

“NAS MINHAS PRÓPRIAS PALAVRAS

“Eu me considero uma pessoa privada, preferindo manter meus negócios pessoais para mim e para entes queridos de confiança. Eu faço minhas declarações públicas com intenção cuidadosa, nunca me desviando da verdade, apesar da série consistente de representações desonestas e acusações infundadas de membros da banda passados ​​e presentes; um drama tóxico do qual escolho não fazer parte.

Os últimos anos foram profundamente agonizantes, com esses membros sangrando minha paixão com fraudes depravadas. Como consequência direta de sua ganância, esses três me arrastaram pelo sistema judicial injusto, resultando no atrito legal que me paralisou financeiramente. No final, esses três membros se apossaram de meu principal ganha-pão. No entanto, eles nunca aceitarão meu legado de 30 anos como o coração pulsante da máquina. Um legado que nenhum outro membro, passado ou presente, pode reivindicar.

Portanto, é depois de uma busca interior considerável e contemplativa que cheguei à conclusão de que não posso me alinhar com alguém em quem não confio, nem respeito. Portanto, estou anunciando aos meus fãs minha saída do Fear Factory, para concentrar toda a minha energia e atenção no sucesso contínuo do Ascension of The Watchers e em todos os meus empreendimentos futuros.

Estou muito orgulhoso do último álbum do Ascension of The Watchers, APOCRYPHA. O processo de composição e gravação de APOCRYPHA foi uma jornada verdadeiramente catártica e artística de exploração e crescimento para mim. Reavivando minhas paixões pela minha escrita, permitindo que minha música floresça, permitindo que minha alma voe, salvando-me do verdadeiro inferno que engolfou uma parte significativa da minha vida diária. A colaboração com espíritos afins talentosos realmente criou um ambiente inspirador de apoio e respeito mútuo, um espírito que sinto falta há muito tempo.

Eu gostaria de agradecer a todos os meus fãs por seu apoio contínuo ao longo de minha carreira. Estou muito orgulhoso de minhas conquistas, mas é hora de seguir em frente. Agora olho para o futuro com olhos, mente e coração abertos, pois meu caminho artístico busca um sucesso ainda maior na música, na escrita e na minha arte. É verdade, ‘o fim é sempre o começo’. A alma está livre da máquina.’ ”

A notícia veio como uma bomba já que o Fear Factory estava postando atualizações relacionadas as gravações do novo álbum de estúdio, viabilizado através da plataforma de financiamento coletivo GoFundMe.

Por outro lado, no último dia 11 de setembro Burton C. Bell havia deixado uma pista de que as coisas não andavam bem, dizendo em suas redes sociais: “Eu não faço parte, nem estou me beneficiando, de qualquer campanha do GoFundMe.”

O último álbum de inéditas editado pela banda norte-americana foi o Genexus, de 2015, e contava com Bell, o guitarrista Dino Cazares, o baterista Mike Heller, mais o baixista Tony Campos nas apresentações ao vivo.

Deixe um comentário