Einstürzende Neubauten volta ao estúdio após 5 anos

Banda está fazendo transmissões ao vivo das gravações e dos experimentos

Por Luiz Athayde

Sem lançar um álbum de inéditas desde Lament (2014), os alemães industriais e experimentalistas do Einstürzende Neubauten voltaram aos estúdio após  5 anos. “Phase IV” está em andamento desde abril e por meio de transmissões ao vivo no site da banda, o fãs podem acompanhar o processo de gravação por meio de “jogos” feitos com cartões postados por cada integrante.

Foto: neubauteon.org

Em fotos já divulgadas, imagens de pneus, placas de aço, alto-falantes e até pratos de bateria feitos à mão; objetos já de praxe em sua músic. O álbum, sem data prevista, só sairá em 2020.


Einstürzende Neubauten (Foto: Instagram)
“Instrumentos” de gravação (Foto: Instagram)

Einstürzende Neubauten (que significa “Destruindo novas construções” em alemão) foi formado pelo vocalista/guitarrista Blixa Bargeld e o percussionista americano naturalizado alemão N.U. Unruh em meados de 1980 como uma expressão coletiva de arte, incluindo performances seminus na Autobahn de Berlin batendo laterias de buracos de bueiros.

Em pouco tempo, juntaram-se à formação os percussionistas Beate Bartel, Gudrum Gut e o guitarrista e engenheiro de som Alexander Hacker, lançando seu primeiro disco Kollaps em 1981. Em 1985 lançam ½ Mensch, responsável pela influência de uma enorme quantidade de bandas/nomes que se tornaram famosos, entre eles Ministry, Henry Rollins, Fear Factory, Nine Inch Nails e Depeche Mode. No começo dos anos 1980 quando Nick Cave deixou o The Birthday Party para seguir carreira solo, Blixa passou a excursionar junto com ele como guitarrista dos The Bad Seeds desde então.

O último registro Einstürzende Neubautenfoi o Greatest Hits, lançado em 2016.

Deixe uma resposta