You are currently viewing Downcutting Streams promove debut com videoclipe da faixa “The Landscape of Denial”
Imagem: Reprodução/Youtube

Downcutting Streams promove debut com videoclipe da faixa “The Landscape of Denial”

Projeto é calcado na mescla de rock progressivo e variantes alternativas como post-rock

Por Luiz Athayde

O Downcutting Streams estreou com seu disco cheio, intitulado Entering the Valley. E juntamente com ele, veio o videoclipe da faixa “The Landscape of Denial”.

A música é uma fração de um registro envolto a uma atmosfera remetida ao rock progressivo/psicodélico de sua era mais fértil, bem como do que se convencionou a ser chamado de post-rock.

Quem assina o projeto sônico é Katarzyna Strycharz, surgido em 2019 quando ela ainda residia na Polônia, seu país natal. O mesmo tomou forma na Hungria, onde atualmente vive. “O objetivo principal era criar música colorida, mas não completamente saturada, o mais próximo possível da vida cotidiana”, diz a compositora.

E segue: “Inspirada pelos dilemas morais que vejo no mundo, como me considero uma boa observadora, escrevi letras que, se você olhar mais de perto, poderá relembrar suas próprias situações que teve, tem ou vai enfrentar. ”

Sobre o registro, que também saiu por carimbo independente nas plataformas digitais, Katarzyna comenta:

“A música foi criada como uma espiral. A corrente principal é um piano complementado por guitarra, colorido pela flauta, reforçado pelo baixo e aprofundado pelos tons de concerto.

Foi assim que o álbum de estreia “Entering the valley” surgiu. O nome está de acordo com o início do fluxo do córrego na natureza. Do chão muito escuro abrindo o corredor que fica cada vez mais largo. Quanto mais fundo vamos, mais luz podemos ver. ”

Entering the Valley é composto por 8 faixas, incluindo o primeiro seu single compartilhado, “Wide Open Door”. Para ouvir, acesse o Spotify ou o serviço de streaming de sua preferência. A direção do vídeo é de Marcell Gergely. Assista abaixo:

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário