You are currently viewing Cruel Wonders – Clay Vessels [EP]

Cruel Wonders – Clay Vessels [EP]

A especialista em folk sombrio Tamar Singer deixa mais um registro na classe de 2021

Por Luiz Athayde

O projeto independente de neofolk/doom metal, Cruel Wonders, está de volta com seu segundo trabalho. Clay Vessels configura o resultado da parceria entre a musicista israelense Tamar Singer (Zeresh, Autumn Tears, Necromishka) e o multi-instrumentista russo Vlad Shusterman (Ghost Bike, Sleep’s Sister); além de ser o sucessor do álbum de estreia, Gentle Doom, de 2017.

Considerando a fluidez com que Singer compõe, grava e lança material inédito – vide o split do ato acústico Zeresh com o Albireon, editado no primeiro semestre de 2021 –, é natural que haja algumas similaridades entre tudo que faz, afinal, se trata da mesma persona.

Por outro lado, e não menos óbvio, temos a força criativa de Shusterman, vindo de seus citados projetos. O EP traz cinco faixas de teor sombrio e melódico, de conexões aprazíveis com nomes como Empyrium, Kauan e Les Discrets, mas com um viés sutilmente rudimentar.

E é justamente isso que cativa o ouvinte, visto que, por mais que existam inúmeras bandas neste estilo, ambos – Tamar e Vlad – possuem características próprias de composição, dignas de deixar uma marca nesta esfera sônica, mesmo que nas camadas mais baixas do subterrâneo.

Todas as músicas do pequeno registro merecem nota, mas, se quer começar com o pé direito, apenas siga a ordem; “The Crown” apresenta todas as nuances necessárias para dar continuidade à experiência da audição, como pode te instigar a adentrar no universo do folclore com guitarras distorcidas. Já o restante, é apenas parte de uma boa viagem ao desconhecido.

Ouça o Extended Play na íntegra pelo Bandcamp, ou abaixo, no Spotify.

Please follow and like us:
Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe um comentário