Animal Trees – Reflected [EP]

Animal Trees – Reflected [EP]

Projeto do multi-instrumentista Vitor Toledo retorna ainda mais “azul” que seu registro anterior

Por Luiz Athayde

A diferença gritante entre os climas de Manchester e a pequena ilha de Vitória escondem um ponto em comum: a música instrumental orientada por guitarras – não necessariamente distorcidas.

O suposto exagero por relacionar o jovem multi-instrumentista capixaba Vitor Toledo à Vini Reilly caem por terra ao notar conexão solitária com o The Durutti Column.

Vitor Toledo (foto: Divulgação)

Animal Trees é nome do projeto que Toledo leva desde o início dessa última década, contando com a demo “Acting/Reflection/Phobia”, de 2013 e o single “The Sun/The Moon”, editado em 2018; ambos no melhor estilo DIY (“faça você mesmo”).

Em sucessão, acaba de chegar no formato digital, via carimbo ONErpm o EP Reflection; naturalmente composto, produzido, mixado e masterizado pelo músico em seu estúdio caseiro.

Contando com 5 faixas, o novo registro deste ato instrumental segue todas as páginas do guia comumente descrito como “Post Rock”, com inevitáveis conexões com nomes do quilate de Mogwai, Explosions in the Sky e correlacionados.

Mas tais referências não foram empecilhos para a busca de uma cara própria; seja movida pelas belíssimas paisagens que compõem o Espírito Santo ou os devaneios sônicos em prol do entendimento do ser humano como um frame dentro da natureza.

Sabiamente, “Sunken in Clouds”, faixa que abre o disquinho, ganhou produção audiovisual com cara de resumo da obra: o vídeo conta com assinatura de Letícia Comério, e traz a beleza da simplicidade do interior, no caso, o distrito de Baunilha, localizado em Colatina.

“A Fraction of Time” segue como uma continuação mais reflexiva da faixa de abertura, enquanto que “Fading” revela os primeiros sinais de distorção do play estendido.

Aliás, se o duo ianque The American Dollar tivesse passado pelas quebradas de São Roque do Canaã (mega interior do ES), as possibilidades de soarem como em “I Feel the Blood in My Veins” seriam grandes.

E da mesma forma que um azulado dia de outono, a passagem para o encerramento se dá com a serena “Afterlife”.

Mais que um mero projeto calcado na climática música instrumental, o Animal Trees deflora um subgênero do rock em um perímetro nacionalmente conhecido por suas bandas de hardcore/punk; além de adicionar Reflected à galeria dos “pós” com direito a “momentos rock” do cenário brasileiro. Que venha o disco cheio.

Ouça Reflected no Spotify:

Faça sua doação para incentivar nossos redatores.

Deixe uma resposta

Fechar Menu